Análise SWOT: como fazer e qual a sua importância?

Posted on Postado em Acontece na Alcer, Artigos e Entrevistas, blog, Sem categoria

 

Definir estratégias, metas, objetivos e ações. Essas são funções determinantes no trabalho dos gestores e empreendedores, mas nem sempre estes conseguem fazê-lo com facilidade. Para que essas medidas realmente apresentem um resultado eficaz, os gestores precisam conhecer profundamente os pontos fortes e fracos do negócio e a relação que ele tem com o mercado.

É nesse sentido que a análise SWOT para empresas — inclusive micro e pequenas — é uma ferramenta de gestão útil.

 

O que é análise SWOT

Análise SWOT é uma abreviação das palavras em inglês strengths, weaknesses, opportunities e threats, que significam forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, respectivamente. Em português, é chamada  de “análise FOFA”.

A função dessa ferramenta é avaliar os ambientes interno e externo a um empreendimentos, formulando táticas para otimizar o desempenho no mercado. Assim, são analisadas também as oportunidades e as ameaças.

Em relação ao ambiente interno, a análise SWOT engloba as atividades dentro do própria organização e considera todos os processos a ela relacionados. Nesse sentido, as forças e fraquezas institucionais são avaliadas, considerando os fatores atuais, como pontos fracos, recursos, experiências, conhecimentos e habilidades. Enquanto isso, o ambiente externo diz respeito às questões fora da empresa e que fogem do seu controle. A esses espaços estão ligadas oportunidades e ameaças futuras.

 

Conceitos importantes da análise SWOT

Para você entender melhor como funciona essa análise, observe o quadro a seguir. Logo depois, descrevemos conceitos importantes dessa ferramenta.

 

Forças

Você já parou para pensar no que sua empresa realmente é boa? Essa resposta apresenta as aptidões mais fortes e, consequentemente, as vantagens que ela tem sobre a concorrência. Para conseguir defini-las de forma precisa, pense nos seguintes tópicos:

  1. Quais são as atividades melhor realizadas?
  2. Quais são os melhores recursos?
  3. Qual é a sua maior vantagem competitiva?
  4. Qual é o nível de engajamento dos clientes?

 

São os fatores internos positivos que influenciam o desempenho do seu negócio. Embora pareçam difíceis de mudar, você pode controlá-los:

  • No que somos bons?
  • O que fazemos melhor do que todo mundo?
  • Qual é a nossa vantagem competitiva?
  • O que nós fazemos que ninguém mais faz?
  • Quais os recursos que temos à nossa disposição?
  • Quais são as vantagens da nossa empresa de e-commerce?
  • Quais são as vantagens que os nossos funcionários desfrutam?
  • Quais são os ativos valiosos da nossa empresa?
  • O que faz os nossos clientes gostarem do nosso negócio?

 

As repostas devem sempre levar em conta a vantagem que proporcionam sobre a concorrência. Quanto melhor posicionar sua empresa, mais importante essa característica deve ser considerada.

 

Fraquezas

Como o próprio nome já sugere, as fraquezas são aquelas aptidões que interferem ou mesmo prejudicam o desenvolvimento dos negócios são os pontos fracos internos. Elas podem ser encontradas com o auxílio das perguntas abaixo:

  1. Tenho uma mão-de-obra capacitada?
  2. Existem lacunas de treinamento?
  3. Por que a concorrência é escolhida?
  4. Por que meu engajamento não funciona?

 

São os fatores internos negativos que influenciam o desempenho do seu negócio. Embora pareçam difíceis de mudar, você pode controlá-los:

  • No que somos ruins?
  • O que os nossos concorrentes fazem melhor do que a gente?
  • Quais são os motivos de reclamação dos nossos clientes?
  • Quais são as desvantagens que a nossa equipe enfrenta?
  • O que está nos impedindo de crescer?
  • Quais recursos nos faltam?
  • O que podemos melhorar?

 

Observe e analise as fraquezas de forma isolada para perceber com maior facilidade quais são os fatores responsáveis por elas. Desta forma, pode-se encontrar medidas que as minimizem e as corrijam. Lembre-se também de que a sinceridade aqui é muito importante! Afinal, apenas assumindo uma falha é possível consertá-la.

 

Oportunidades

São as características que influenciam uma empresa positivamente. Elas dependem de fatores externos e, por isso, não as controlamos. Além disso, as oportunidades podem acontecer de diferentes formas, como mudanças político-econômicas e ampliação do crédito ao consumidor. Para identificá-las, é necessário fazer pesquisas que permitam a previsão de acontecimentos que impactem positivamente nos seus negócios.

 

São fatores externos que podem impactar positivamente o seu negócio. Eles fogem ao seu controle, mas você pode escolher aproveitá-los:

  • Quais mudanças regulamentares poderiam ajudar o nosso negócio?
  • O mercado está mudando de forma favorável?
  • economia atual vai nos impactar positivamente?
  • Quais oportunidades ainda não aproveitamos?
  • Quais novas oportunidades estão surgindo?
  • O nosso custo de bens está diminuindo?
  • Há algum jeito de adquirir recursos úteis que ainda não temos?

 

Ameças

As ameaças são eventos com uma influência negativa sobre o empreendimento e, do mesmo modo que as oportunidades, dependem de fatores externos. Elas devem ser tratadas com muito cuidado porque podem prejudicar tanto o planejamento estratégico, quanto também os resultados de forma mais direta.

 

São fatores externos que podem impactar negativamente o seu negócio. Eles fogem ao seu controle, mas você pode elaborar um plano de contingênciapara minimizar possíveis danos:

  • Quem são os nossos concorrentes atuais?
  • Quais novos operadores no mercado poderiam ameaçar o nosso e-commerce?
  • O nosso tamanho de mercado está diminuindo?
  • O setor está mudando de forma a impactar negativamente o nosso negócio?
  • O nosso custo de bens está aumentando?
  • Tem algum suprimento fundamental ao nosso negócio se tornando escasso?
  • A regulamentação está mudando de forma a prejudicar o nosso negócio?
  • O nosso fabricante não é confiável?

 

Uma boa análise SWOT é desenvolvida e interpretada para unir da melhor forma esses elementos. Assim, oferece um diagnóstico confiável e que integre as necessidades apresentadas na gestão estratégica, de modo que a elaboração do plano seja mais seguro a médio e longo prazo. Como consequência, ressaltam-se as oportunidades e minimiza-se as ameaças do ambiente para sua empresa.

 

Etapas da análise SWOT para empresas

Agora que os conceitos básicos da análise SWOT foram explicados, vamos apresentar algumas regrinhas importantes que proporcionam o sucesso do procedimento:

  • Analise as áreas específicas em que você atua;
  • Observe como a concorrência se comporta;
  • Faça um documento curto e simples para a análise.

 

Com isso em mente, você está preparado para utilizar essa ferramenta. Lembra quando comentamos que a análise avalia tanto o contexto interno quanto o externo? Isso deve ficar claro durante a realização das seguintes etapas:

 

1 – Defina as vantagens e desvantagens diante da concorrência

Identifique os pontos fortes e fracos em relação aos seus concorrentes, estudando o contexto interno que proporciona essas características e desenvolvendo ações que melhorem os pontos fracos. É importante ressaltar que as vantagens e as desvantagens podem variar, conforme as mudanças são implementadas.

 

2 – Identifique oportunidades e ameaças no mercado

Nesta fase, você deve observar o mercado e avaliar quais são as oportunidades e as ameaças que ele oferece para sua empresa. Esse item está relacionado ao futuro do seu empreendimento, para que ele consiga prever como será a situação daqui a algum tempo. Consequentemente, isso será considerado na elaboração do planejamento estratégico.

 

3 – Faça a análise final

Com as informações anteriores em mãos, é possível escolher as táticas ideais. Isso é fundamental para aproveitar da melhor forma todas as oportunidades que surgirem e evitar possíveis problemas que impeçam seu negócio de alçar voo.

Veja um exemplo de como funciona a análise Swot na prática:

 

Faça a sua análise SWOT!

Preencha o quadro a seguir e identifique quais são as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças do seu negócio.

Pequenas Empresas

Para pequenas empresas, a metodologia da análise SWOT precisa de poucos ajustes. Os processos e documentos são semelhantes e não demandam alterações. Por vezes, vale a pena pensar nos concorrentes de forma ampla, até global, e buscar oportunidades localmente.

A análise SWOT para empresas permite desenvolver uma atuação mais segura diante do desafia de mercado cada vez mais exigente e competitivo. Por isso, não pense que o fato de seu empreendimento ainda ser pequeno dispensa o uso dessa ferramenta. Utilize-a o mais cedo possível e fortaleça sua marca frente à concorrência.

 

Monica Barros

Inteligência de Mercado

Fonte: Site Conta Azul 

Site Egestor